Crónica: Blackhawks 5 – 1 Penguins

Apesar da neve, os Blackhawks foram capazes de criar oportunidades e ultrapassar as difíceis condições atmosféricas para vencerem os Pittsburgh Penguins. Pelo contrário, a equipa visitante nunca foi um verdadeiro perigo para a baliza de Corey Crawford e os Penguins só conseguiram marcar num auto-golo de Brent Seabrook.

Jonathan Toews venceu claramente o 1º duelo com Sidney Crosby, fazendo 2 golos e 1 assistência. Ele assistiu Patrick Sharp no golo que abriu o marcador e dançou à volta de Brooks Orpik para fazer o 2-0. Parecia que quando os Penguins tentavam criar perigo, os Blackhawks roubavam o disco e lançavam contra-ataques rapidíssimos, ou tão rápidos quanto a neve permitia. Foi assim que Patrick Kane assistiu Kris Versteeg para o 3-0. A partir daí o jogo estava decidido

A neve tornou as coisas interessantes. Em alguns momentos parecia que os jogadores transportavam uma bola de neve nos seus sticks. Alguns passes e remates ficavam presos na neve antes de chegar ao destino pretendido. Dezenas de pessoas com pás apressavam-se para limpar a pista durante os intervalos. É um ambiente único e belo, mas o jogo jogado nunca chega a ter a mesma qualidade.

Apesar das condições atmosféricas, o treinador dos Blackhawks, Joel Quenneville, não quis que a equipa tentasse ser aquilo que não era. Ele disse aos seus jogadore para fazerem exactamente o mesmo que fariam noutro jogo qualquer e essa acabou por ser a abordagem certa.

Anúncios

Antevisão: Kings – Ducks

Para além do anual Winter Classic, a NHL vai realizar 4 jogos ao ar livre numa iniciativa intitulada de Stadium Series. O primeiro jogo desta série será disputa esta noite, por volta das 2:30, com transmissão em directo na SportTv Live. Os Anaheim Ducks vão receber os Los Angeles Kings, no estádio dos Los Angeles Dodgers, naquele que será o primeiro jogo de hockey ao ar livre a ser disputado no estado da Califórnia.

As duas equipas defrontaram-se na quinta-feira, com a vitória por 2-1 dos Ducks, com golos de Dustin Penner e Patrick Marron. A juntar a isso, os Ducks encontram-se no 1º lugar da Divisão Pacífico, com 81 pontos. Até há bem pouco tempo, os Ducks não tinham qualquer derrota em casa, o que mostra bem o momento de forma da equipa de Bruce Boudreau.

A motivação no balneário dos Kings é bem diferente. A equipa não tem feito boas exibições ultimamente e a derrota na quinta-feira não veio melhorar em nada o estado de ânimo. Os Kings atravessam uma série de 3 derrotas consecutivas e apenas venceram 4 dos seus últimos 15 jogos. Mesmo assim, a equipa de LA mantém o 3º lugar na Divisão Pacífico, mas já a 17 pontos do adversário de hoje.

O gelo vai estar em condições quase perfeitas, mas jogar ao ar livre traz sempre dificuldades adicionais. Os jogadores cansam-se mais rapidamente, por isso os treinadores vão tentar manter os turnos o mais curtos possível. O controlo do disco não vai ser tão fácil e os reflexos das luzes do estádio podem dificultar a visibilidade dos jogadores.

Apesar de nunca serem os melhores jogos em termos de qualidade, os jogos ao ar livre valem pelo espectáculo fora do gelo. O ambiente é de festa e o estádio vai certamente encher. A todo o momento se vão puder ver imagens fantásticas que ilustram a paixão dos adeptos por este desporto.

Alinhamento dos Kings

Dwight King – Anze Kopitar – Trevor Lewis
Matt Frattin – Mike Richards – Jeff Carter
Dustin Brown – Jarret Stoll – Justin Williams
Kyle Clifford – Colin Fraser – Jordan Nolan

Jake Muzzin – Drew Doughty
Slava Voynov – Willie Mitchell
Robyn Regehr – Alec Martinez

Martin Jones

Alinhamento dos Ducks

Dustin Penner – Ryan Getzlaf – Corey Perry
Patrick Maroon – Matthieu Perreault – Teemu Selanne
Jakob Silfverberg – Saku Koivu – Andrew Cogliano
Matt Beleskey – Nick Bonino – Tim Jackman

François Beauchemin – Hampus Lindholm
Cam Fowler – Ben Lovejoy
Mark Fistric – Bryan Allen

Jonas Hiller