Sam Gagner foi um Lightning por poucas horas

467874925_slide

Não seria uma off-season da NHL sem rumores sobre Sam Gagner. Ontem, o centro de 24 anos foi finalmente trocado para os Tampa Bay Lightning, em troca de Teddy Purcell. Esta troca veio dois dias antes da activação do no-trade clause que existe no contrato de Gagner.

A aquisição de Sam Gagner não fazia sentido no plantel dos Lightning. A equipa da Florida está bem apetrechada na posição de centro, com Steven Stamkos, Valtteri Filppula e Tyler Johnson. Alguns analistas avançaram a hipótese de Gagner passar a jogar numa ala, mas a ideia de Steve Yzerman era outra. Passadas poucas horas, Gagner foi trocado novamente, desta vez para os Phoenix Coyotes juntamente com B.J. Crombeen, em troca de uma 6ª ronda no Draft de 2015.

Não é a primeira vez que Yzerman faz este tipo de movimentações. Em 2012, fez o mesmo com Kyle Quincey. Yzerman não se ficou por aqui e ainda enviou Nate Thompson para os Anaheim Ducks, em troca de uma 4ª e um 7ª ronda no Draft de 2015. Com estas trocas, os Lightning aliviaram mais de $7 milhões de dólares na folha salarial, receberam 3 escolhas no Draft e ainda abriram espaço no plantel para os jovens jogadores que têm no sistema.

Para os Oilers, a troca faz menos sentido. Apesar dos constantes rumores, os Oilers não obtiveram aquilo que precisavam. Teddy Purcell é um bom jogador, mas, que eu saiba, ainda não joga à defesa. Com a saída de Gagner, os Oilers ficam sem centro para a 2ª linha. A menos que estejam a pensar colocar Leon Draisaitl já na equipa principal, deverão ter que recorrer à free agency para tapar este buraco.

Anúncios

Coyotes quebram série de derrotas com goleada aos Predators

Steve Sullivan marcou um golo no seu 1000º jogo

Depois de perderem sete jogos consecutivos, os Coyotes quebraram o enguiço da melhor forma possível. Na quinta-feira, abriram o jogo frente aos Predators com 5 golos em 8 minutos, chegando ao fim do 1º período a vencer por 6-3. Os Coyote acabaram por vencer 7-4.

A marcha do marcador no primeiro período ajuda bem a perceber a entrada demolidora dos Coyotes (o facto de Rinne ter sido substituído e ter voltado a entrar também diz muito).

1m46s – Golo de Martin Hanzal 1-0
3m42s – Golo de Radim Vrbata 2-0
3m50s – Golo de David Moss 3-0
7m08s – Golo de Matthew Lombardi 4-0
8m26s – Golo de Keith Yandle 5-0
9m03s – Golo de David Legwand 5-1
9m33s – Golo de Rich Clune 5-2
15m57s- 2º Golo de Radim Vrbata 6-2
16m29s- Golo de Gabriel Bourque 6-3

Este jogo prova que até as melhores defesas (e os melhores guarda-redes) da NHL podem ter um jogo menos feliz. Ninguém é perfeito.

 

Ekman-Larsson renova por 6 anos

Os Phoenix Coyotes renovaram o contrato de Oliver Ekman-Larsson por mais seis anos, esta sexta-feira.

O novo contrato de Ekman-Larsson deverá rondar os $33 milhões de dólares, $5.5 milhões por ano. “O Oliver é um jogador excepcional que vai continuar a melhorar à medida que amadurece o seu jogo,” declarou Don Maloney, GM dos Coyotes, ao website da equipa.

“Ele é uma parte importante do nosso futuro e estamos muito contentes por garantir os seus serviços nos próximos 6 anos.”

Na última época, a segunda da sua carreira na NHL, Ekman-Larsson marcou 13 golos e 32 pontos em 82 jogos. Também marcou 1 golo e 4 pontos em 16 jogos nos Playoffs.

Ekman-Larsson, a 6ª escolha no Draft de 2009, estava no último ano do seu contrato.