Aaron Ekblad lidera o Top-10 do Draft de 2014

Hoje é o dia em que os fãs da NHL podem projectar o futuro da sua equipa. São muitos os jovens que anseiam pela sua entrada na melhor liga de hóquei no gelo do Mundo, e alguns deles vão mudar o destino da equipa que os escolher. O Draft é dia também de trocas e especulação, mas nunca devemos perder de vista o mais importante. Este é um dia de festa para 210 jovens jogadores, o dia em que finalmente vão realizar o seu sonho. O sonho que perseguem desde a infância e que a tantos sacrifício obrigou.

Fique a conhecer os jogadores mais bem colocados para serem os primeiros a subirem ao palco.

1 – Aaron Ekblad, Defesa, Barrie Colts (OHL)

Estatísticas de 2013/14
Jogos: 58
Golos: 23
Assistências: 30
Pontos: 53

Ekblad foi o primeiro defesa a quem foi concedido o carácter de “jogador excepcional”, que lhe permitiu entrar para a OHL antes de atingir a idade mínima. John Tavares foi o primeiro jogador a quem foi concedido este estatuto especial. Considerado por muito olheiros como o melhor jogador deste Draft, Ekblad tem a capacidade de influenciar o jogo em todas as suas fases. Bom patinador, excelente técnica para um jogador com 1.93m e um slapshot que aterroriza os guarda-redes adversários. Ao contrário do costuma acontecer com os defesas, Ekblad tem tudo para competir na NHL já na próxima época.

Comparação: Shea Weber

2 – Sam Reinhart, Centro, Kootenay Ice (WHL)

Estatísticas de 2013/14
Jogos: 60
Golos: 36
Assistências: 69
Pontos: 105

Ninguém ficaria surpreso de ver Sam Reinhart ser escolhido em 1º. Reinhart tem tudo aquilo que se pode pedir a um centro. Joga bem na sua zona, é muito inteligente com o disco e tem um instinto ofensivo apurado. Ele acerta na baliza de qualquer ângulo, mas é a sua capacidade de assistir os companheiros que aguça o interesse dos olheiros. Com passe e visão de jogo, Reinhart consegue ditar a velocidade do jogo a seu belo prazer.

Comparação: Patrick Marleau

3 – Sam Bennett, Centro, Kingston Frontenacs (OHL)

Estatísticas de 2013/14
Jogos: 57
Golos: 36
Assistências: 55
Pontos: 91

Apesar de todo o seu potencial, um episódio caricato no Draft Combine moldou a percepção que se tem deste jogador. No Combine, Bennet só conseguiu fazer uma puxada na barra fixa, o que deixou na cabeça dos olheiros algumas dúvidas quanto à sua capacidade física. Mas a força não é a arma de Bennett. É a velocidade. Velocidade de patinagem, mas mais importante, velocidade de pensamento. Muito bom na sua zona, Bennett tem tudo para ser um centro completo, capaz de jogar em qualquer top-6 da liga.

Comparação: Paul Stasny

4 – Leon Draisaitl, Centro, Prince Albert Raiders (WHL)

Estatísticas de 2013/14
Jogos: 64
Golos: 38
Assistências: 67
Pontos: 105

Draisaitl é um jogador forte, eficaz na zona defensiva e ofensiva. Apesar de todas as capacidades ofensivas, é o seu jogo defensivo que espanta os olheiros. Para além de ser uma combinação rara de técnica e força, Draisaitl têm uma intensidade a proteger o disco que já lhe valeu comparações com Jaromir Jagr. A patinagem é um problema, mas algo que pode ser resolvido quando chegar à NHL. Draisaitl tem tudo para ser o primeiro alemão a ser escolhido no Top-5 do Draft.

Comparação: Ryan O’Reilly

5 – Michael Dal Colle, Ala Esquerdo, Oshawa Generals (OHL)

Estatísticas de 2013/14
Jogos: 67
Golos: 39
Assistências: 56
Pontos: 95

Em duas épocas na OHL, Dal Colle registou 143 pontos. Ele tem técnica e velocidade para bater qualquer defesa, mas também é capaz de atacar a baliza e marcar aqueles golos feios. Tem um remate colocadíssimo e forte, com um release quase imediato. Tudo o que é preciso para se ser um sniper na NHL. Talvez ainda lhe falte algum tamanho e força, mas não é difícil perceber que ele será um dos melhores goleadores da NHL nos próximos anos.

Comparação: Patrick Kane

6 – Nick Ritchie, Ala Esquerdo, Peterborough Pete’s (OHL)

Estatísticas de 2013/14
Jogos: 61
Golos: 39
Assistências: 35
Pontos: 74

Há uma expressão muito utilizada pelos olheiros para descrever Nick Ritchie: he looks like a man among boys. Ele já tem a estampa fisíca para jogar na NHL, aliada a uma velocidade de patinagem acima da média, para um jogador com 1.90m e e 104 Kg. A inconsistência na última época roubou-lhe a possibilidade de alcançar os primeiros lugares desta lista. mas é difícl encontrar neste Draft a combinação de força, velocidade e explosividade que Ritchie exibe. O seu jogo físico é obviamente excelente, podendo ser uma força imparável no forecheck, mas precisa de melhorar na zona defensiva e tem a tendência de desaparecer durante grandes períodos do jogo.

Comparação: Jamie Benn

7 – Jake Virtanen, Ala Esquerdo, Calgary Hitmen (WHL)

Estatísticas de 2013/14
Jogos: 71
Golos: 45
Assistências: 26
Pontos: 71

Jake Virtanen tem um dos melhores remates deste Draft, para além de ser também um dos melhores patinadores. Esta combinação torna muito provável a sua escolha nos primeiros 10. Virtanen teve um época extraordinária este ano pelos Calgary Hitmen, onde marcou 45 golos, 32 dos quais em 5-contra-5, mais do que qualquer outro jogador naquela liga. A única preocupação em relação a Virtanen é que os seus golos sejam inflacionados por ter jogado ao lado de jogadores mais velhos, um passo acima no desenvolvimento. Mesmo com tantos golos, Virtanen foi apenas o 3º melhor marcador da equipa.

Comparação: Blake Wheeler

8 – Haydn Fleury, Defesa, Red Deer Rebels

Estatísticas de 2013/14
Jogos: 70
Golos: 8
Assistências: 38
Pontos: 46

Haydn Fleury é sem dúvida o 2º melhor defesa disponível neste Draft. Excelente patinador, Fleury usa muitas vezes o seu trabalho de pés para resolver as situações mais complicadas. Essa capacidade permite-lhe ser um jogador calmo quando pressionado pelos adversários, algo muito importante numa NHL onde cada vez mais se faz um forecheck intenso. Está a alguma distância do talento de Aaron Ekblad, mas o fosso entre Fleury e o próximo defesa deste Draft ainda é maior.

Comparação: Dan Hamhuis

9 – William Nylander, Centro, Sodertaje SK (Suécia)

Estatísticas de 2013/14
Jogos: 57
Golos: 16
Assistências: 18
Pontos: 34

Nylander tem todas as armas que um playmaker precisa para ter impacto na NHL, mas a sua principal característica é o controlo do disco. Nylander é um dos jogador mais habilidosos deste Draft. Mais do que a técnica, é a paciência que demonstra com o disco. Juntando isso à sua visão de jogo, Nylander pode-se tornar num excelente centro, ideal para criar jogadas de perigo para ele próprio e para os seus colegas de equipa.

Comparação: Martin St. Louis

10 – Nikolaj Ehlers, Ala Esquerdo, Halifax Mooseheads (QMJHL)

Estatísticas de 2013/14
Jogos: 63
Golos: 49
Assistências: 55
Pontos: 104

Antes de se mudar para o Canadá, Ehlers jogou no EHC Biel da liga suíça na época de 2012/13, contra jogadores muito mais experientes e deu-se bem. Durante o lockout, o dinamarquês teve a oportunidade de jogar ao lado de grandes estrelas da NHL, como Tyler Seguin e Patrick Kane. Quando chegou à QMJHL, explodiu com 104 pontos em 63 jogos, vencendo o prémio de rookie do ano da CHL. Ele é o pacote completo. Rápido, boa técnica, criatividade e intensidade. Não é muito grande, mas consegue impor o seu jogo sobre qualquer adversário.

Comparação: Zach Parise

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s