Será o fim de Tortorella?

477740667_slide

Depois do jogo de sábado, os Vancouver Canucks têm 0,5% de hipóteses de irem aos playoffs. Mesmo se tivessem ganho o jogo contra os Ducks, dificilmente a equipa de John Tortorella conseguiria alcançar um wild card. De qualquer maneira, num jogo onde tinham que deixar “couro e cabelo”, isso não aconteceu e acabaram por perder por 5-1 contra os Anaheim Ducks.

A pergunta é simples. O que correu mal em Vancouver? Bem a resposta é, tudo. Desde uma defesa pobre, um ataque pouco eficaz  e um guarda-redes inexperiente, muitos são os aspectos a melhorar. A juntar a isso, a pouca sorte dos Canucks ao serem assombrados com algumas lesões em jogadores importantes. Mesmo assim, falta falar do aspecto mais importante que pode explicar o fracasso dos Canucks, uma liderança indecisa e pouco segura de John Tortorella.

Durante toda a época regular nunca foi claro qual era o plano do treinador. Nunca houve um sistema definido. Tortorella fez os Canucks perderem a sua identidade. Mesmo com as deficiências da equipa, esta ainda era uma equipa digna dos Playoffs e Tortorella não conseguiu aproveitar o que de especial ainda há nos Canucks.

O que se segue então? Tortorella ainda tem 4 anos de contracto e, mesmo que o dispensem no fim desta época, terão de continuar a pagar-lhe. Quanto a Tortorella, dificilmente poderá treinar outra equipa na NHL, depois desta época desastrosa. Já foi surpreendente a sua mudança para Vancouver e com este fracasso, não haverá muitas portas abertas para o treinador.

Anúncios

O cerco começa a apertar

O cerco começa a apertar-se para algumas equipas e as contas começam a ficar mais claras, para as equipas que ainda sonhavam alto. Aqui ficam os resultados da noite de ontem e as respectivas consequências nas probabilidades das equipas irem aos Playoffs.

Conferência Este

Depois da noite de sexta-feira, as contas da conferência Este estavam muito difíceis. Parecia mesmo que ninguém queria um lugar nos playoffs, já que Red Wings, Maple Leafs e Blue Jackets perderam os seus jogos. Por isso mesmo, a noite de ontem ganhou um caracter ainda mais decisivo, com Caps, Leafs, Jackets e Wings a entrarem em acção. O jogo de destaque era o confronto entre as equipas de Toronto e Detroit, já que estão em luta directa por um lugar nos playoffs.

Washington 2 – Boston 4

Caps

Os Bruins continuam imbatíveis, e os Caps deram um passo atrás no caminho para os Playoffs. A equipa de Washington ainda tem 8 jogos para recuperar.

Carolina 2 – Columbus 3 (OT)

jackets

Ontem os Blue Jackets voltaram respirar, por enquanto. Com a vitória em OT ainda têm uma esperança ao fundo do túnel. Vamos ver como se portam nos 8 jogos que faltam.

Islanders 2 – Devils 1 (SO)

devils

Os Devils estavam com 76 pontos e apesar de terem perdido ontem, conseguiram 1 ponto me SO. As probabilidades não são as melhores mas ainda faltam 8 jogos e muita coisa pode acontecer.

Toronto 2 – Red Wings 4

toronto

Com este derrota, os Leafs quase acabaram com todas as esperanças de repetir a presença nos Playoffs, em 2 anos consecutivos. Ao vencerem adversários directos, os Red Wings deram mais um passo rumo aos Playoffs, quando ainda têm 8 jogos até ao fim da época regular. Os Leafs têm apenas 6.

O panorama não é nada bom para os Maple Leafs, quer em termos de pontuação, quer em termos de jogos por realizar. No fim das contas, esta noite pode ter significado o adeus dos Leafs aos Playoffs.

 

Conferência Oeste

Na Conferência Oeste, a luta pelo o último lugar de apuramento para os Playoffs está restrita a duas equipas, Coyotes e Stars, mas está mais renhida do que nunca depois dos jogos de sábado.

Vancouver 1 – Anaheim 5

canucks

O apuramento dos Vancouver Canucks ainda é matematicamente possível, mas a equipa de John Tortorella depende de terceiros para que isso aconteça. Os Canucks têm ainda 6 jogos para disputar.

Phoenix 1 – Minnesota 3

coyotes

Os Minnesota Wild derrotaram os Phoenix Coyotes por 3-1, o que ela frente. Com a vitória sobre os Coyotes, os Wild consolidaram o 7º lugar na Conferência e tem agora 3 pontos de vantagem sobre os adversários de ontem, quando faltam 7 jogos.

Dallas 4 – St Louis 2

blues

Os Dallas Stars venceram os St. Louis Blues por 4-2. Esta conjugação de resultados permitiu que os Stars ficassem apenas a 1 ponto dos Coyotes, com a vantagem de terem um jogo a menos.

Para aumentar ainda mais a emoção, na última jornada teremos um confronto directo entre os Stars e os Coyotes. Se a distância entre elas continuar a ser mínima, esse jogo pode revelar-se decisivo para o apuramento.

 

Islanders à venda

Charles Wang, o dono dos New York Islanders, está à procura de um comprador para a sua equipa, segundo o insider da TSN Bob McKenzie.

Wang é o dono maioritário dos Islanders desde 2004. Nessas nove épocas, os Islanders apenas se qualificaram para os Playoffs duas vezes e foram eliminados na 1ª ronda.

Os Islanders têm uma dívida de $75 milhões de dólares a vencer no fim do ano e a equipa dá um prejuízo de $10 milhões por ano. Não é a primeira vez que Wang tenta vender a equipa. Em 2012, o New York Post avançou que os Islanders estariam à venda por $300 milhões de dólares.

Em 2015/16, está programada a mudança dos Islanders para o Barclays Center em Brooklyn. Juntando isso à possível venda, este pode ser o começo de uma nova era para a equipa de John Tavares.

Randy Carlyle pode estar em maus lençóis

Riddick Bowe é um antigo campeão de Boxe e foi o primeiro a conseguir derrotar em knock out Evander Holyfield. O que isto tem a ver com hockey? Infelizmente para Carlyle, tudo. Bowe é um fervoroso adepto dos Toronto Maple Leafs e está a ficar um bocadinho farto dos consecutivos fracassos da equipa de Toronto.

A derrota de quarta-feira pode ter despoletado a ira de Bowe. Se os Leafs voltarem a perder hoje contra os Philadelphia Flyers, Bowe avisou no twitter que irá fazer um knock out a Randy Carlyle. Um murro entre os olhos foi o que ele prometeu.

O jogo de hoje, tal como os restantes até ao fim da época regular serão verdadeiras finais para a equipa de Toronto. De resto, com esta “motivação” extra de Bowe, que não parece ser um homem de brincadeiras, talvez não esteja tudo perdido para os Leafs. Nem que seja com uma possível troca de treinador, por motivos de saúde. É que, alguns combates de Bowe não acabaram assim tão bem.

Rangers cumprem a tradição

Se os Playoffs começassem hoje, os New York Rangers iriam defrontar os Philadelphia Flyers na primeira ronda. A tradição dos últimos anos diz que isso não seria uma boa notícia para os Flyers.

Os Rangers venceram os Flyers por 3-1, ontem à noite. Esta foi a 8ª vitória consecutiva em casa sobre os rivais da Divisão Metropolitana. Nesses 8 jogos, Claude Giroux não marcou qualquer golo, o que é demonstrativo do domínio que os Rangers exercem em sua casa sobre os Flyers.

Ryan McDonagh marcou o seu 2º golo nos últimos 2 jogos, com um verdadeiro míssil ao ângulo da baliza de Steve Mason. O defesa dos New York Rangers está a ter a sua melhor época de sempre em termos de produção ofensiva, e parece estar a gostar de ser treinado por Alain Vigneault.

Henrik Lundqvist esteve mais uma vez em grande. O Sueco foi importantíssimo no começo do jogo e manteve a baliza inviolada, apesar dos Flyers terem feito 15 remates durante o 1º período.

A vitória significou para os Rangers uma vantagem de dois pontos na classificação sobre os adversários de ontem. No entanto, os Flyers têm dois jogos a menos e, por isso, a luta pelo 2º lugar na Divisão Metropolitana ainda está longe de se decidir. Excluindo algum descalabro de uma destas equipas, um duelo na 1ª ronda dos Playoffs é bem provável.

 

Nem Bernier salvou os leafs

Jonathan Bernier não foi poupado no regresso à baliza dos Toronto Maple Leafs. Os St Louis Blues (e a incompetência dos Leafs) deram as boas vindas a Bernier, com 23 remates logo no 1º período. O guarda-redes Canadiano bem tentou mas não conseguiu evitar a derrota dos Leafs por 5-3.

Com esta derrota, os Leafs perderam os últimos 6 jogos e colocaram-se numa posição que era impensável antes da pausa para os Jogos Olímpicos. Com a vitória dos Capitals e dos Blue Jackets, existem agora 4 equipas empatadas com 80 pontos na luta pelos Wild Card. Os Leafs são dessa equipas, aquela que tem menos jogos para disputar.

Pelo contrário, os Blues mantém-se confortáveis no 1º lugar da Conferência Oeste, com 105 pontos. David Backes fez um hattrick, enquanto Tj Oshie e Alex Steen registaram um golo e duas assistências cada.

Os Toronto Maple Leafs estão agora oficialmente fora de um lugar de apuramento para os playoffs. Columbus Blue Jackets, Detroit Red Wings e Washington Capitals deverão chegar aos 91 pontos. Para os Leafs atingirem essa pontuação precisam de vencer 5 dos últimos 8 jogos.

Malkin irá ficar parado durante 2 a 3 semanas

Os Pittsburgh Penguins vão ficar sem um dos seus melhores jogadores durante as próximas 2 a 3 semanas. Evgeni Malkin contraiu uma lesão no pé que o afastará dos últimos jogos da época regular.

Os Penguins realizam o seu último jogo no dia 13 de Abril, por isso Malkin deve regressar a tempo da 1ª ronda dos Playoffs. O Russo é um jogador muito importante para os Penguins, tendo em conta que eles são uma equipa com falta de profundidade nas linhas avançadas e que dependem muito do seu top-6.

Felizmente para Dan Bylsma, a equipa lidera a Divisão Metropolitana com 13 pontos de vantagem. Provavelmente esta paragem é propositada, para evitar uma lesão mais grave. Estas semanas vão permitir que Malkin recupere a 100%, ao mesmo tempo que dá oportunidade a outros jogadores para ganharem rodagem. Isto sem comprometer a classificação da equipa.