Jogos Olímpicos: Resumo dos Quartos-de-Final

Eslovénia 0 – 5 Suécia
Como seria de esperar, a Suécia estará presente nas meias-finais do torneio olímpicos de hóquei no gelo. O jogo não foi tão fácil como o resultado pode fazer pensar. Alexander Steen abriu o marcador no fim do 1º período. A Eslovénia respondeu bem e conseguiu equilibrar o jogo, mantendo a desvantagem de 1-0 até ao último período. Só aí é que a Suécia se destacou com 4 golos sem resposta, dois deles marcados por Carl Hagelin, jogador dos New York Rangers. O sonho da Eslovénia termina aqui, mas a equipa só tem motivos de orgulho. Mostrou um grande empenho, entreajuda e, mais importante, qualidade de jogo.

Rússia 1 – 3 Finlândia
Não era este o fim que os Russos estavam à espera. Protegidos por uma defesa sólida e com um duo ofensivo formado pelo jogador mais velho do torneio (Selanne) e por um dos mais novos (Granlund), a Finlândia eliminou a equipa da casa. Teemu Selanne, 43 anos, e Mikael Granlund, 21, combinaram para criar dois golos e foram sempre uma dor de cabeça para a defesa russa. Mesmo sem puderem contar com os seus 4 melhores centros devido a lesão, a selecção da Finlândia consegue chegar às meias-finais e sonha agora com as medalhas. Do lado da Rússia, a desilusão é muita e já se começam a apontar dedos. O treinador russo veio culpar Ovechkin pela eliminação precoce da equipa. É muito fácil criticar um jogador que só fez 1 golo em 5 jogos, quando tem 40 na NHL. Mais difícil é explicar a decisão de deixar Bobrovsky no banco um dia depois de ele ter registado um shutout (jogo sem sofrer golos). A Finlândia irá defrontar os rivais da Suécia na meia-final, num duelo entre escandinavos.

Letónia 1 – 2 Canadá
A fraca produção ofensiva do Canadá continuou a sentir-se contra a Letónia. A equipa orientada por Mike Babcock fez muitos remates, criou muitas situações de perigo, mas não conseguiu finalizar. Patrick Sharp abriu o marcador, mas a Letónia respondeu passado um minuto com um golo de Lauris Darzins. A partir daí só deu Canadá, mas Gudlevskis manteve o empate com várias defesas impressionantes. Shea Weber desbloqueou o impasse a 5 minutos do fim. O defesa dos Nashville Predators marcou o 3º golo no torneio e colocou o Canadá nas meias-finais.

EUA 5 – 2 República Checa
Ao contrario dos seus vizinhos do norte, os Estados Unidos apuraram-se sem qualquer sobressalto. James van Riemsdyk marcou o 1º golo com apenas 1 minuto e 39 segundos de jogo, num frango do guarda-redes checo, Ondrej Pavelec. A República Checa ainda empatou por Ales Hemsky, mas os EUA não desmotivaram e mostraram-se sempre mais fortes e rápidos sobre o disco. David Backes fez um grande jogo, com um golo e uma assistência. Ainda houve tempo para o 1º golo de Zach Parise no torneio e para o 5º de Phil Kessel que lidera a lista de melhores marcadores. Depois de passarem por todas as fases do torneio com grande facilidade, os EUA vão enfrentar o seu primeiro grande desafio. À sua espera na meia-final vão estar os campeões olímpicos, Canadá, na reedição da final dos Jogos de Vancouver em 2010. Será que os EUA conseguirão vingar-se da derrota sofrida há 4 anos?

Originalmente publicado no blog Planeta Desportivo

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s