Crónica: Canadiens 1 – 4 Panthers

O tão aguardado regresso de Tim Thomas à competição não aconteceu, levando Scott Clemmensen a realizar o 2º jogo em dois dias. O veterano de 36 anos fez 21 defesas, acompanhando um forte jogo colectivo da sua equipa. Os Canadiens não jogaram ao seu melhor nível, mas também se podem queixar de dois golos mal anulados.

No entanto, certamente que não se vão esconder atrás das decisões dos árbitros. A equipa cometeu muitos erros, principalmente defensivos, que têm que ser abordados pela equipa técnica. O jogo foi particularmente difícil para o par defensivo de Andrei Markov e Alexei Emelin, que estiveram no gelo em todos os golos dos Panthers, obrigando Michel Therien a separar o dois e a reeditar a dupla Markov-Subban. Mas já foi tarde demais.

No 1-0, Markov falho a intersecção na zona neutral, deixando Emelin sozinho com dois jogadores dos Panthers. No golo de Barkov houve mais um erro de cobertura defensiva com Markov e Emelin no gelo. Como se pode ver na imagem, Barkov está completamente isolado na slot. A responsabilidade de marcar o Finlandês seria de Ryan White, que foi atraído pelo portador do disco e facilmente batido com um passe atrasado.

panthers goal

Do lado dos Panthers, o par defensivo de Brian Campbell e Tom Gilbert dominou o jogo, com 2 pontos cada um. Sempre que vejo o Campbell a jogar ele mostra que ainda tem o que é preciso para jogar ao mais alto nível.. O seu salário não é comportável para todas as equipas, mas pode ser um jogador interessante para alguém que queira reforçar a defesa no trade deadline.

Tom Gilbert, por sua vez, é a pechincha do ano. Depois de ter sido dispensado pelos Oilers, Gilbert chegou aos Panthers à experiência durante o training camp. Acabou por assinar um contrato de 1 ano por $900 mil dólares. Para um jogador que já marcou 15 pontos e joga mais de 20 minutos por jogo, é um excelente negócio. Os Canadiens estão a pagar $1.5 milhões de dólares a Douglas Murray para ele se sentar na bancada, por isso…

Homem do jogo

Aleksander Barkov não deu qualquer hipótese aos Canadiens. Peter Horacek conseguiu afastá-lo de P. K. Subban e o Finlandês aproveitou bem o mau desempenho de Markov e Emelin. Mesmo tendo enfrentado Plekanec durante a maior parte do tempo, Barkov empurrou o jogo para a zona defensiva dos Canadiens. Com Barkov em campo, os Panthers fizeram 21 tentativas de remate contra apenas 4 dos Canadiens.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s