Quem são os 10 melhores jogadores do Draft de 2013?

O Draft é já no domingo e pela primeira vez todas as ronda se realizaram no mesmo dia. Com jogadores tão jovens é preciso moderar as expectativas, mas existem sempre aqueles que já estão preparados para causarem impacto na NHL. Os olheiros dizem que este ano há muito talento e qualquer equipa com uma escolha na 1ª ronda pode sair do Draft com uma futura estrela.

Estes são os melhores 10 jogadores deste Draft, segundo a McKeen’s Hockey, uma revista especializada nos jogadores mais jovens e no Draft:

 

1. Seth Jones, Defesa, Portland Winterhawks (WHL)

 
Seleccionar um defesa com a 1ª escolha no Draft é mais arriscado do que um avançado. A curva de aprendizagem e a adaptação à velocidade e exigência da NHL demoram mais tempo. Seth Jones é diferente.

Para além de ser um vencedor nato, Jones consegue controlar o ritmo do jogo como nenhum outro defesa da sua idade. Os seus 193 cm de altura e 93 Kg de peso são acompanhados por grande equilíbrio e velocidade a patinar. Tem uma dimensão defensiva muito sólida, mas também mostra potencial ofensivo. Ele marcou 56 pontos em 61 jogos na WHL.

Jones tem grande habilidade com o disco, consegue montar o ataque, tem um primeiro passe de grande qualidade e é capaz de liderar o powerplay, onde pode tirar partido do seu remate potente. No entanto, é um jogador que ainda tem que amadurecer defensivamente.

Jones é filho de Popeye Jones, ex-jogador da NBA. Com a sua altura poderia ter seguido o caminho do pai, mas o hockey captou o interesse do jovem que passou a sua infância em Denver. Ele até recebeu incentivo pessoal de uma das maiores estrelas dos Colorado Avalanche (a mesma pessoa que agora diz que não o vai escolher em 1º no draft).

 
2. Nathan MacKinnon, Centro, Halifax Mooseheads (QMJHL)

 
Nos últimos meses MacKinnon aproximou-se de Seth Jones na luta pelo número 1 nesta lista. Com um hat-trick e duas assistências na final frente aos Winterhawks de Seth Jones, MacKinnon liderou os Mooseheads na vitória da Memorial Cup.

MacKinnon é um jogador muito completo que já foi nomeado “o próximo Sidney Crosby”. É difícil prever se MacKinnon vai corresponder a essa expectativa, mas olhando para as suas características percebe-se a comparação. Ele é um patinador rápido, forte e muito ágil que consegue ler o jogo mais rápido do que os adversários.

É creativo e tem veia goleadora, mas também sabe cumprir as suas missões defensivas. Apesar de não ter um físico imponente, MacKinnon tem muita força, protege o disco com muita tenacidade e é capaz de fazer placagens impressionantes.

 
3. Jonathan Drouin, Ala, Halifax Mooseheads (QJMHL)

 
Jonathan Drouin não fazia parte do top-10 no ano passado, mas uma época com 105 pontos ao lado de Nathan MacKinnon nos Halifax Mooseheads e excelentes exibições no Campeonato do Mundo de juniores chamaram a atenção dos olheiros.

Drouin é um jogador muito rápido, dinâmico e com grande criatividade com o disco. Apesar de ser pequeno, é muito difícil roubar-lhe o disco devido ao seu equilíbrio e centro de gravidade baixo.

Estas características têm levado a comparações com Martin St. Louis. Com os Tampa Bay Lightning a escolherem em 3º no Draft é bem possível que Drouin e St. Louis estejam a partilhar uma linha na próxima temporada.

 
4.Elias Lindholm, Centro, Brynas (Suécia)

 
Elias Lindholm é o Sueco com mais potencial neste Draft. O centro de 18 anos transitou este ano dos juniores para a equipa sénior do Brynas e marcou 30 pontos em 48 jogos na principal liga sueca.

Lindholm é um trabalhador incansável, excelente patinador e com grande atitude competitiva. A maneira como usa a sua força para criar perigo à frente da baliza faz lembrar Peter Forsberg.

 
5. Aleksander Barkov, Centro, Tappara (Finlândia)

 
Aleksander Barkov tem 17 anos, mas isso não o impediu de dominar a principal liga finlandesa com 48 pontos em 53 jogos. A sua estatura física ajudou (1.88 m, 93 Kg), mas a sua principal arma é a inteligência.

Barkov é um jogador muito criativo, com grande qualidade de passe e que realça as qualidade de todos os que jogam a seu lado. Tem excelente visão de jogo, o que faz dele o playmaker perfeito.

 
6. Valeri Nichushkin, Ala, Chelyabinsk (KHL)

 
Nichushkin pode ser o Grigorenko do ano de 2013. Mikhail Grigorenko também era um dos melhores jogadores do draft do ano passado e acabou por cair para a 12ª escolha devido ao perigo de preferir jogar na KHL. Nichushkin deitou mais achas para a fogueira durante o combine ao dizer que não estava interessado em jogar na AHL.

Os olheiros acham que ele já está pronto para jogar ao mais alto nível. Ele é grande, forte (1.93 m, 91 Kg) e é muito perigoso no ataque. A sua consistência é questionada e ele parece desaparece do jogo por longos períodos de tempo.

 
7. Nikita Zadorov, Defesa, London Knights (OHL)

 
O enorme defesa russo (1.96 m, 100 Kg) chamou a atenção numa das melhores equipas juniores do Canadá. A sua estatura impressionante não o impede de ser um patinador ágil e rápido.

Zadorov tem todos os atributos para ser uma defesa muito sólido na NHL, mas também tem capacidade de criar perigo no ataque.

 
8. Darnell Nurse, Defesa, Sault Ste. Marie Greyhounds (OHL)

 
Darnell Nurse tem sido muito comparado a Seth Jones. O seu jogo equilibrado em que faz uso da sua estatura (1.93 m, 87 Kg) é completado por grande mobilidade. Tal como Jones, Nurse vem de uma família de atletas. Ele é sobrinho de Donovan McNabb, antigo quaterback na NFL e o seu pai jogou na CFL.

Nurse é muito forte a defender, mas aquilo que os olheiros mais gostam nele é a sua atitude. Apesar de lhe ter custado alguns minutos de penalidade, a sua agressividade faz-se sentir durante o jogo e já mereceu comparações com a competitividade de Chris Pronger.

 
9. Max Domi, Centro, London Knights (OHL) 

 
Max é filho do antigo jogador dos Toronto Maple Leafs, Tie Domi, mas usa as suas mãos de um forma bem diferente do que fazia o pai. Pequeno mas forte a patinar, Max Domi pode surprender muita gente e ganhar já um lugar na NHL, à imagem do que fez Jeff Skinner há 3 anos.

Domi é muito criativo, esquivo e muito habilidoso. As suas características têm merecido a comparação com Patrick Kane. Domi é também um jogador extremamente produtivo, que acumulou 87 pontos em 64 jogos na OHL.

 
10. Sean Monahan, Centro, Ottawa 67’s (OHL)

 
Há um ano Sean Monahan estava no top-3 desta lista. No entanto, ele não melhorou substancialmente no 2º ano de juniores, ao contrário de outros jogadores que acabaram por passar à sua frente.

Não é tão dotado como MacKinnon ou Drouin, mas é um jogador completo e que cumpre muito bem as suas responsabilidades defensivas. Os olheiros acham que ele precisa de melhorar a sua patinagem se quer ser um avançado top-6 na NHL.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s