Crosby, Ovechkin e Tavares nomeados para o Hart

Sidney Crosby, Alex Ovechkin e John Tavares são os finalistas do troféu Hart, atribuído ao jogador mais valioso para a sua equipa.

Crosby falhou 12 jogos devido a uma factura da mandíbula, mas só foi ultrapassado na lista de melhores marcadores no fim da época. Acabou por ser o 4º jogador com mais pontos, 15 golos e 41 assistências. Ele liderou os Penguins à primeira posição na Conferência Este e já recebeu este prémio em 2007.

Ovechkin liderou a NHL em golos (32) e terminou em 3º em pontos. Foi o principal responsável pelo ressurgimento dos Capitals na segunda metade da temporada, que passaram pelos últimos lugares da liga para no fim vencerem a divisão Sudeste. Ovechkin já venceu o Hart por duas vezes, em 2008 e 2009.

Tavares é o rookie deste grupo. Aos 22 anos, é a primeira vez que é nomeado para o Hart por ter conduzido os New York Islanders aos Playoffs pela primeira vez desde 2007. Acabou a época como o 3º jogador com mais golos. Se continuar a evoluir desta forma, esta não será a única nomeação para o Hart da sua carreira.

A minha escolha seria Ovechkin, mas aceito a vitória de qualquer um dos três finalistas. O que tenho mais dificuldades em aceitar é a ausência de um representante da Conferência Oeste. Este prémio é votado pelos membros da associação dos jornalistas, que são maioritariamente baseados no Este e que, por isso, demonstram alguma tendência em favor dessa Conferência.

O capitão dos Ducks, Ryan Getzlaf, foi um dos desprezados e não se coibiu de dar a sua opinião. “Nós sabíamos que iam ser todos do Este este ano. É assim que funciona. Os jonalistas do Este só nos vêem quando jogamos contra uma equipa do Este. Eles não vão ficar acordados até à 1 ou 2 da manhã para ver os nossos jogos.”

Aqui os jogos começam às 3 da manhã e eu vejo sempre que posso. Não percebo como é que pessoas que recebem para ver e escrever sobre hóquei, coisas que eu faço por prazer, não fazem o mesmo esforço.

Talvez a solução seja ter um prémio para cada conferência. Principalmente numa época em que não houve jogos entre conferências, é estranho dizer que Crosby foi melhor que Getzlaf, quando eles nunca se defrontaram.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s