Therrien toma as decisões certas mas não consegue parar Ovechkin

20130410-215859.jpg

Por vezes, abordar um jogo com a estratégia correcta não é suficiente para ganhar. Principalmente, quando do outro lado está Alex Ovechkin em grande forma.

O grande desafio para Michel Therrien à partida para o jogo de terça-feira frente aos Caps era travar o Russo. O treinador dos Canadiens pensou bem. Analisou os dois planteis e observou, correctamente, que a sua equipa tinha mais profundidade no ataque, o que permitia combinar linhas directamente, ou seja, 1ª contra 1ª, 2ª contra 2ª, e por aí adiante.

Plekanec e Gionta tinham como papel anular Ovechkin e Backstrom. Com a primeira linha dos Capitals neutralizada, os Canadiens tinham vantagem em todos as outras combinações. Desharnais, Pacioretty e Gallagher tentavam aproveitar as fragilidades defensivas da linha de Ribeiro, enquanto que Galchenyuk só tinha que defrontar a 3ª e 4ª linha dos Caps.

Pareceu-me uma abordagem inteligente de Therrien, e que funcionou até certo ponto. Os Capitals entraram muito bem no jogo apenas permitindo o 1º remate dos Canadiens aos 6:21. Backstrom e Ovechkin estavam a criar boas oportunidades de golo, levando Therrien a reforçar a marcação com Josh Gorges e PK Subban, que acabaram por jogar 14 minutos contra o Russo.

A partir desse momento, os Canadiens começaram a tomar conta do jogo, com a linha de Desharnais a dominar a posse do disco sempre que entravam no gelo, principalmente contra a linha de Ribeiro. Esta foi a melhor combinação para os Canadiens.

Os problemas vieram de onde menos se esperava. Galchenyuk sentiu grandes dificuldades contra a linha de Perreault, que foi a melhor dos Capitals durante todo o jogo, e mesmo restringindo a liberdade de Ovechkin, os Canadiens não o conseguiram eliminar.

Nas poucas oportunidades que teve, Ovechkin resolveu o jogo, incluindo o golo do empate, que apenas um jogador inspirado podia marcar.

Mesmo com as decisões certas, os Canadiens perderam porque perderam a luta das terceiras linhas, e também porque Ovechkin está quente demais para ser esfriado.

Com a vitória por 3-2, os Capitals consolidaram a sua liderança da Divisão Sudeste, a 2 pontos dos Winnipeg Jets que têm um jogo a mais. Os Canadiens podem perder a liderança da Divisão Nordeste já hoje, se os Bruins vencerem os New Jersey Devils.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s