Rangers perdem com Penguins 2-1

Marc-Andre Fleury ajudou a sua equipa a voltar às vitórias, com 34 defesas numa vitória no shootout contra os New York Rangers. Foi um jogo com atmosfera de Playoffs, muito defensivo e muito intenso que pode ter deixado marcas em ambas as equipas.

James Neal ficou abalado depois de uma placagem de Michael Del Zotto. O ala teve que ser assistido e levado para os balneários, e se estiver seriamente lesionado, é mais um jogador que se junta a Sidney Crosby, Kris Letang e Paul Martin na lista dos indisponíveis.

Já no shooout foi Henrik Lundqvist a torcer qualquer coisa enquanto defendia o remate de Evgeni Malkin. O guarda-redes Sueco continuou na baliza, mas queixou-se de dores na virilha no fim do jogo.

Os Rangers dominaram grande parte do jogo, rematando 35 vezes contra apenas 27 dos Pens. Fleury foi a diferença e tornou a vida dos rivais da Divisão Atlântica um pouco mais complicada.

Tendo em conta que os Rangers continuam numa luta cerrada pelos últimos lugares de apuramento, um embate entre estas duas equipas nos Playoffs é provável e, pelo que vimos nos últimos dois jogos, bastante apetecível.

Mas os Rangers ainda estão muito longe de garantir o 8º lugar.

Anúncios

2 thoughts on “Rangers perdem com Penguins 2-1

  1. Uma exibição um bocadinho mais consistente do que as ultimas duas, não esconde que a equipa vai contnuar a passar por um periodo menos bom. Esperemos que por altura dos playoffs, daqui a mais ou menos 3 semanas, os lesionados estejam disponiveis e que já haja um melhor entendimento entre os jogadores do novo ataque dos Pens.
    -Fleury respondeu ao teu ultimo post com uma boa exibição, duas defesas muito boas no segundo periodo, e desta vez ajudou a equipa.
    -Um estreante salvou os Penguins (entro aqui em contradição, ironia do destino).
    -Não sei se os Penguins chegam aos Playoffs como primeiro de Este, mas como segundo no minimo chegam de certeza, devido à margem de segurança que conseguiram com as 15 vitórias conscutivas. Independentemente disso a probabilidade de enfrentar os Rangers é alta e não é o adversário preferido dos Penguins de certeza. Provavelmente os Rangers até preferiam enfrentar os Penguins, possivelmente sem Crosby, Letang (este dificilmente volta para as primeiras rondas dos playoffs) e outros, do que uns Bruins, muito mais consitentes.
    -Sou um bocado contra a isto que está a acontecer nos Penguins, não sou fã de resolver as coisas usando dinheiro e como tal estas más exibições e resultados parecem me adequados. Acho que iremos ver aqui um pouco do que vimos esta epoca nos LA Lakers, que demorarm toda a epoca regular a adaptar-se aos novos colegas, só começaram a ganhar agora e estão na luta pelo ultimo lugar dos playoffs. Aqui as contratações foram a meioda epoca e se eles não se entendem mais rapido a época vai se perder.

    Quanto aos Rangers, apesar de em NY gostar mais das cores dos Islanders, acho que fazem falta nos playoffs, e penso que vão lá chegar, com maior ou menor dificuldade.

  2. Realmente o Fleury calou-me neste jogo, mas eu já não o tinha considerado o principal culpado na derrota por 6-1. A equipa defendeu mal como um todo e ele teve muito pouco apoio nesse jogo.

    Ontem foi mais do mesmo, a diferença foi que o Fleury defendeu tudo. Mas é mesmo por isso que eu o acho tão frustrante. Há jogos em que parece que pertence à elite da NHL, outros que parece que nem pertence à NHL. A única vez que ele conseguiu manter exibições de qualidade durante um período alargado de tempo, os Penguins ganharam a Stanley Cup.

    Esse tipo de gestão é comum nos desportos norte-americanos por duas razões principais: primeiro, as ligas são extremamente competitivas, e organizadas sempre a pensar na paridade entre todas as equipas. Segundo, a pressão exercida sobre algumas equipas é enorme.

    Para usar o teu exemplo, os Lakers têm a obrigação de serem os melhores todos os anos, e acabam por nunca terem tempo para construir um equipa a partir da sua base.

    Ray Shero está sobre enorme pressão. Não porque o seu trabalho esteja em risco, longe disso. Mas porque Crosby tem 25 anos e está a atravessar o pico da sua carreira.

    Se os Pens quiserem construir uma dinastia como a dos Oilers de Gretzky, têm que começar a ganhar umas Stanley Cups agora, enquanto Crosby está na melhor forma da sua vida. Os Penguins já perderam essa oportunidade com Mario Lemieux. Não querem voltar a perde-la com Crosby.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s