Bruins trocam Tim Thomas para os Islanders… mas ele não tinha… Ãh?!

Peter Chiarelli, GM dos Boston Bruins, trocou Tim Thomas para os New York Islanders por uma escolha condicional na 2ª ronda do Draft de 2014 ou 2015.

Thomas continua de fora este ano, o último do seu contrato, mas ainda pesava $5 milhões de dólares para o tecto salarial dos Bruins, apesar de estar suspenso. Os Islanders poderão agora optar por deixar acabar o contrato, ou então tentar obrigar Thomas a cumprir o ano que lhe falta.

A 2ª escolha no draft só pertencerá aos Bruins se Thomas jogar pelos Islanders, ou se for trocado novamente. Nenhuma das duas situações irá acontecer. A troca foi apenas uma manobra de contabilidade criativa. Acompanhem o meu raciocínio.

Os Islanders procuram gastar o mínimo possível, mas dentro da regras económicas da NHL as equipas são obrigadas a gastar acima de um certo valor, o chão salarial. No entanto, Garth Snow, GM dos Islanders, apenas gastará dinheiro em jogadores essenciais para o plantel. É por isso que os Islanders são uma equipa construída quase totalmente a partir dos waivers, e que preferiram adquirir Keith Aucoin ($650.000) a Tim Connolly ($4.750.000).

Portanto parece simples. Os Bruins precisam de espaço salarial, os Islanders têm-no a mais. A pergunta de 1 milhão de dólares é: o que ganham os Islanders com esta troca?

A resposta: a segurança que atingem o chão salarial. Se Garth Snow quiser desfazer-se de alguns dos seus veteranos perto do trade deadline vai precisar de uma garantia que os Islanders se mantêm acima do chão salarial. Essa garantia é Tim Thomas.

Visnovsky é um dos candidatos a ser trocado, já que nunca quis pôr os pés em Long Island. Até recorreu aos tribunais para fugir dos Islanders… E só agora, 9 meses depois de ser adquirido aos Anaheim Ducks, chegou para fazer parte da equipa. Demorou mais do que o lockout.

Depois há o curioso caso do capitão Mark Streit, que se torna free agent no fim deste ano. Será que os Islanders conseguirão ir ao encontro das suas exigências contratuais?  Com Calvin de Haan, Griffin Reinhart, Matt Donovan, Aaron Ness, Scott Mayfield à espera de uma oportunidade na NHL, será que Streit terá lugar na defesa dos Islanders daqui a 2-3 anos?

O Suíço vai atrair muita atenção no trade deadline, principalmente de equipas que precisem de um especialista no powerplay, capaz de fazer 40 a 50 pontos por época.

Se Visnovsky e Streit forem trocados, os Islanders desfazem-se de $9.7 milhões de dólares em salários e certamente irão passar para baixo do chão salarial.

É aqui que entra Tim Thomas. Ele assegura que os Islanders se mantêm dentro das normas salariais, sem terem que absorver nenhum contrato ridículo nestas trocas.

Os $5 milhões contam para o tecto salarial, mas os Islanders não têm que pagar 1 cêntimo, porque Thomas está suspenso. Perfeito para uma equipa que opera com um orçamento reduzido.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s