Yakupov rouba a primeira vitória aos Campeões

No dia 22 de Junho de 2012 em Pittsburgh, os Edmonton Oilers tiveram a primeira escolha do Draft pela terceira vez consecutiva. A escolha parecia óbvia e, apesar de não estar no topo das suas prioridades, a equipa de Edmonton acabou por escolher o melhor jogador disponível, Nail Yakupov.

Yakupov tinha dominado a OHL durante dois anos, com 170 pontos em 107 jogos, e tomou desde logo o seu lugar na equipa principal dos Edmonton Oilers. A confiança dada pela equipa técnica começou a dar frutos no jogo de ontem à noite, frente aos actuais campeões da Stanley Cup Los Angeles Kings.

Um erro de Nick Schultz no segundo período permitiu que Jeff Carter se isolasse e marcasse o golo inaugural para os Kings. Esta foi a única maneira de ultrapassar Devan Dubnyk, que esteve muito concentrado durante todo o jogo.

Depois do 1-0, veio o “show” de Jonathan Quick. Numa altura em que a sua equipa ainda tenta encontrar a sua forma habitual, Quick eleva o seu jogo e impediu até ao limite o golo dos Oilers.

Mas as grandes emoções estavam guardadas para o fim. Com um minuto para o fim, os Kings foram penalizados por uma rasteira de Jeff Carter. O powerplay dos Oilers tinha assim uma oportunidade para levar o jogo para prolongamento. Mas isto aconteceu.

Ryan Nugent-Hopkins aproveitou um ressalto para introduzir o disco na baliza. Primeiro o golo foi contabilizado no placard, mas Quick foi reclamar uma suposta interferência de Sam Gagner. Os árbitros conferenciaram e acabaram por anular o golo, deixando as bancadas do Rexall Place em fúria.

Mas os Oilers recusaram-se a baixar os braços, e com apenas 4.7 segundos para jogar Nail Yakupov enviou o jogo para prolongamento. O público foi levado ao rubro pelo jovem de 19 anos, que festejou exuberantemente o golo mais importante da sua curta carreira.

No prolongamento, os Kings voltaram a cometer outra penalidade, permitindo aos Oilers mostrarem a sua melhor face. E não desiludiram. Sam Gagner, o mesmo que tinha feito a falta no golo anulado, deu a vitória aos Edmonton Oilers.

Justiça poética? Karma? Não interessa. O hóquei está de volta!

Actualização: esta celebração merece um GIF!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s