Kings a uma vitória da final…

Os desempenhos das equipas, bem como os seus pontos fortes variam de jogo para jogo e por vezes somos surpreendidos com exibições fabulosas de jogadores que não são propriamente “estrelas”. Num dia pode ser a vez do guarda-redes brilhar e noutros podem ser os jogadores-chave a terem um papel determinante no resultado final.

Os Kings são um fenómeno interessante, uma vez que estão numa fase de grandes exibições por parte de todos os sectores da equipa. Ontem, por exemplo, foi evidente a qualidade da 3ª linha que muito contribuiu para a vitória, no Jogo 3,  da equipa de LA por 2-1 frente aos Coyotes. Com este resultado os Kings aumentaram a sua vantagem na série para 3-0, o que os deixa a uma vitória da tão esperada final de Stanley Cup pela primeira vez em 19 anos.

No jogo destacou-se Anze Kopitar e Dustin Brown, dos Kings e Derek Morris, dos Coyotes. Jonathan Quick teve mais uma exibição segura com 18 defesas. Mike Smith também não desiludiu, e os 2 guarda-redes tiveram alguma defsas notáveis no primeiro período.

Melhor Golo:

Quanto à equipa de Phoenix, tem feito o seu percurso nos Playoffs com uma atitude de desfavorecidos e com a mentalidade de “ninguém acredita em nós”. No entanto, esta postura não tem sido suficiente para vencer nesta ronda.

O jogo de ontem foi o melhor dos Coyotes nesta série. No primeiro período controlaram o jogo mas não conseguiram marcar. Isso mudou logo no primeiro minuto do segundo período, quando Daymond Langkow, que subiu da 4ª linha para substituir o suspenso Martin Hanzal, fez o 1-0 para os Coyotes. Os Kings não se deixaram abater e apenas 2 minutos depois, conseguiram o golo do empate por Anze Kopitar, assistido por Dustin Brown, que tem agora 15 pontos nos playoffs. A partir deste momento o jogo só fluiu numa direcção, a baliza dos Coyotes. A equipa de LA sufocou os homens de Phoenix, sobretudo nos últimos 20 minutos.

Finalmente, Dwight King pôs os Kings na liderança logo no início do terceiro período, fixando o resultado final em 2-1.

Brown e Kopitar estiveram excelentes no Jogo 1. Jeff Carter fez um hat trick no Jogo 2 e a 3ª linha foi o melhor da equipa de LA na noite de ontem. Tudo isto faz com que a performance dos Kings esteja a ser digna da realeza, com 11 vitórias em 12 jogos dos Playoffs.

Com este panorama e prestes a serem eliminados sem uma única vitória, os Coyotes têm dois dias para perceber como pôr um travão aos Kings, se querem a série de volta a Arizona, já que o Jogo 4 se realiza no próximo Domingo em Los Angeles.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s