Foi Assim Que Aconteceu – 19/04/12

Florida Panthers 0 – 4 New Jersey Devils

Depois de ter sido substituído no último jogo, Martin Brodeur foi imbatível no jogo 4 e registou o seu 24º shutout num jogo de Playoffs. O guarda-redes veterano não ficou muito contente por ter sido retirado a meio do jogo de terça-feira e direccionou alguns comentários menos simpáticos ao seu treinador. Mais do que palavras, Brodeur respondeu com 26 defesas na vitória por 4-0 sobre os Florida Panthers.

Parise, Bernier, Zajac e Kovalchuk foram os marcadores dos golos dos New Jersey Devils. Curiosamente, este foi o primeiro jogo da eliminatória em que nenhuma equipa conseguiu marcar três golos sem resposta no primeiro período.

A série está empata a 2, quando as equipas viajam para a Florida para disputar o Jogo 5 marcado para sábado no BankAtlantic Center.

Boston Bruins 1 – 2 Washington Capitals

Braden Holtby voltou à forma que tinha demonstrado no início da eliminatória e fez 44 defesas na vitória dos Washington Capitals por 2-1 sobre os Boston Bruins. Holtby conseguiu travar as iniciativas ofensivas dos Bruins, que dominaram o jogo com 45 remates contra 21 dos Capitals.

Durante todo o jogo, os Bruins remataram insistentemente para a luva de Holtby. Talvez encorajados pela dificuldade que ele demonstrou em segurar o remate de Chris Kelly que decidiu o Jogo 1. No entanto, o jovem de 22 anos mostrou grande segurança e reflexos com a luva.

Alexander Semin marcou o golo da vitória no 2º período, após uma decisão questionável dos árbitros que colocou Patrice Bergeron na caixa de penalidade durante 2 minutos.

Johansson e Peverley marcaram os restantes golos do jogo. Brooks Laich continua a ser um dos destaques na equipa dos Capitals. Assinou a sua 3ª assistência na eliminatória e tem sido essencial na contenção do ataque dos Bruins.

A série está agora empatada 2-2. O Jogo 5 será realizado no sábado em Boston, e as equipas voltarão a Washington já no domingo para disputar o Jogo 6.

Phoenix Coyotes 3 – 2 Chicago Blackhawks

Pelo 2º jogo consecutivo, Mikkel Boedker decidiu o jogo em prolongamento. Boedker fez uma intercepção na zona neutral, deixou Nick Leddy para trás e fez o disco deslizar por entre as pernas de Corey Crawford para dar a vitória aos Phoenix Coyotes por 3-2.

Esta foi a terceira vez que os Blackhawks conseguiram empatar o jogo depois de terem substituído o guarda-redes por um jogador de campo. No Jogo 1, Brent Seabrook marcou com 15 segundo para jogar. No Jogo 3, Patrick Sharp empatou com apenas 6 segundos no terceiro período. Finalmente, no Jogo 4 foi Michael Frolik que arrastou o jogo para os 5 minutos suplementares.

A resposta à placagem alta de Raffi Torres sobre Marian Hossa não se fez esperar. Com 5:24 no primeiro período, Brandon Bollig largou as luvas para lutar contra Paul Bissonnette. Bissonnette acabou por ser expulso por ter lutado com a camisola por fora dos calções e registou uns estonteantes 13 segundos de tempo de jogo.

Mike Smith continua a ser uma rocha na baliza dos Coyotes. Com 30 defesas em 32 remates, Smith mostra que é um dos guarda-redes em melhor forma nos Playoffs da Stanley Cup.

Do outro lado do gelo, Corey Crawford pode perder a titularidade no Jogo 5. Crawford não esteve feliz nos golos de Boedker que decidiram os últimos dois jogos da eliminatória. Os Coyotes lideram a série por 3-1, enquanto as equipas viajam para Phoenix para disputar o Jogo 5.

St. Louis Blues 2 – 1 San Jose Sharks

Andy McDonald marcou o golo da vitória por 2-1 dos St. Louis Blues sobre os San Jose Sharks. Este foi o seu 3º golo neste Playoffs e cimentou a sua candidatura ao Conn Smythe, na época de regresso depois de ter sofrido uma concussão.

Elliott continua muito sólido na baliza dos Blues, depois de ter tomado o lugar de Halak no Jogo 2 devido a lesão. Elliott defendeu 24 remates e viu o shutout ser recusado por Joe Thornton já nos momentos finais do jogo. Crombeen marcou o seu 1º golo nos Playoffs.

Todd McLellan mexeu com a composição das linhas. Juntou Logan Couture a Joe Thornton na 1ª linha, mas não conseguiu estimular o ataque da sua equipa. Os Sharks não têm aproveitado as boas exibições de Antti Niemi, que fez 22 defesas e acabou por ter muito azar no golo que decidiu a partida.

Os Blues lideram a série por 3-1, quando esta parte para St. Louis onde será disputado o Jogo 5.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s